Imprensa

Data Notícia
10.02.2011 Finanças controlam emails dos funcionários

Trocas de mensagens com contribuintes correm o risco de devassa.

Os funcionários das Finanças e das Alfândegas depararam, no início do mês, com um relatório sobre as suas mensagens de email. O Ministério garante a privacidade, mas os trabalhadores alertam para risco de também os contribuintes serem escrutinados por esta via.

O facto foi confirmado ao JN por Nuno Barroso, vice-presidente...

04.01.2011 Inspectores tributários em 'greve de zelo'

Os inspectores tributários vão deixar de utilizar os carros, os telemóveis e os computadores próprios, como agora acontece diariamente em acções ao serviço do Estado.

A decisão foi tomada em reunião da direcção da Associação dos Profissionais da Inspecção Tributária (APIT) e já foi comunicada ao Ministério das Finanças. Em causa estão os cortes previstos nas ajudas de custo e...

04.01.2011 Entrevista na SIC. Funcionários do fisco em protesto vão deixar de utilizar carros e telemóveis pessoais

Os inspectores do fisco vão deixar de utilizar os carros, telemóveis e computadores próprios nas acções ao serviço ao Estado. É uma retaliação pelos cortes nas ajudas de custo e subsídio de transporte. A decisão dos inspectores já foi comunicada ao Ministério das Finanças. 

É a resposta...

24.11.2010 "Sinto-me burlado."

A. F., 35 anos, inspector tributario da DGCI.

Entrou num concurso em 2005. As vagas mudaram a meio. Queria ficar no Porto, veio deslocado para sul. Ganha 1200 euros, sobram-lhe 700 para viver, trabalhar na capital e ir a casa ao fim de semana. É casado e tem uma filha. Durante a semana vive num quarto. "É como se andasse na escola, mas em vez de trazer sebentas trago os códigos." Deveria ser...

23.11.2010 Inspectores tributários sem progressão na carreira há seis anos

Inquérito revela que inspectores estão desmotivados e frustrados. Resta o "brio profissional". O clima de insatisfação entre os inspectores tributários está a atingir o limite. Em causa está a progressão na carreira, parada praticamente desde 2004.

TOPO
  1. 01 -
  2. 02 -
  3. 03 -
  4. 04 -
  5. 05 -
  6. 06 -
  7. 07 -
  8. 08 -
  9. 09 -
  10. 10 -
  11. 11 -
  12. 12 -
  13. 13 -
  14. 14 -
  15. 15
PÁG