Imprensa

Data Notícia
12.02.2011 Inspectores continuam sem usar carro próprio

Uma parte significativa dos 1833 Inspectores Tributários que fazem regularmente serviços externos continua sem usar veículos ou outros bens próprios (telemóveis ou computadores). A greve de zelo dura desde o início do ano e a tutela não respondeu ainda às reivindicações da associação dos inspectores nem às questões colocadas pelo JN. A Associação dos Profissionais da Inspecção...

10.02.2011 Protecção de Dados analisa queixas de recolha de emails

A Comissão Nacional de Protecção de Dados vai analisar as queixas apresentadas pelos trabalhadores das alfândegas e impostos especiais sobre o consumo.

O objectivo é apurar a legalidade do procedimento das Finanças, desencadeado em Fevereiro com o envio a todos os funcionários do fisco e das alfândegas de uma lista completa de todas a sua correspondência electrónica, enviada e recebida...

10.02.2011 Finanças controlam emails dos funcionários

Trocas de mensagens com contribuintes correm o risco de devassa.

Os funcionários das Finanças e das Alfândegas depararam, no início do mês, com um relatório sobre as suas mensagens de email. O Ministério garante a privacidade, mas os trabalhadores alertam para risco de também os contribuintes serem escrutinados por esta via.

O facto foi confirmado ao JN por Nuno Barroso, vice-presidente...

04.01.2011 Inspectores tributários em 'greve de zelo'

Os inspectores tributários vão deixar de utilizar os carros, os telemóveis e os computadores próprios, como agora acontece diariamente em acções ao serviço do Estado.

A decisão foi tomada em reunião da direcção da Associação dos Profissionais da Inspecção Tributária (APIT) e já foi comunicada ao Ministério das Finanças. Em causa estão os cortes previstos nas ajudas de custo e...

04.01.2011 Entrevista na SIC. Funcionários do fisco em protesto vão deixar de utilizar carros e telemóveis pessoais

Os inspectores do fisco vão deixar de utilizar os carros, telemóveis e computadores próprios nas acções ao serviço ao Estado. É uma retaliação pelos cortes nas ajudas de custo e subsídio de transporte. A decisão dos inspectores já foi comunicada ao Ministério das Finanças. 

É a resposta...

TOPO
  1. 01 -
  2. 02 -
  3. 03 -
  4. 04 -
  5. 05 -
  6. 06 -
  7. 07 -
  8. 08 -
  9. 09 -
  10. 10 -
  11. 11 -
  12. 12 -
  13. 13 -
  14. 14 -
  15. 15 -
  16. 16
PÁG